Novembro Verde. Trate-se com Homeopatia!

Novembro Verde. Trate-se com Homeopatia!



A homeopatia chegou ao Brasil em 1840, trazida pelo médico francês Dr. Benoit Jules Mure que, na cidade do Rio de Janeiro, fundou a primeira escola para o seu ensino: o Instituto Homeopático Brasileiro. Na época, os medicamentos homeopáticos eram feitos através dos diversos insumos que vinham da Europa, e o Dr. Mure juntamente com o seu amigo, o Dr. João Vicente Martins, ministravam cursos para médicos e farmacêuticos que se interessavam cada vez mais pela terapeutica. Neste sentido, comemora-se no Brasil, no dia 21 de novembro, data em que o Dr. Mure chegou em terras brasileiras, o dia da homeopatia.

Com o propósito de divulgar esta terapêutica tão eficaz que aborda não somente o tratamento, mas também a prevenção das doenças, favorecendo assim uma melhoria significativa na qualidade de vida e bem estar dos seus usuários, homeopatas baianos se uniram para compartilhar idéias e então surge o “insight” de criar uma campanha que fizesse uma alusão às famosas campanhas Outubro Rosa, contra o câncer de mama, e Novembro Azul, contra o câncer de próstata. Campanhas que atualmente tem repercussão mundial e desempenham um papel muito importante em despertar a sociedade para a prevenção destas doenças. Exatamente! Prevenir para viver com saúde!

Neste mesmo contexto e propósito de prevenção, NOVEMBRO VERDE, TRATE-SE COM HOMEOPATIA foi idealizada pelas mentes dos homeopatas baianos neste ano de 2014 e está sendo aderida por muitos profissionais de diversos estados brasileiros e até exterior. Foi criado um selo representativo, e o mesmo está sendo divulgando nas redes sociais, entre amigos, familiares, pacientes e pelos diversos meios de comunicação.

A campanha já é um sucesso! Estamos muito felizes pois o nosso objetivo tem sido alcançado, e esperamos que a homeopatia possa ganhar novos adeptos, tanto prescritores como usuários. Assim, iremos a cada novembro de cada ano repeti-lá e nos alegrar ao percebemos a sua expansão. E quanto a você, se ainda não se trata com homeopatia, participe, divulgue, compartilhe e trate-se também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *